Sexta, 30 August 2013 22:37

HISTORIA DO FELIX

Avalie este item
(0 votos)

No dia 12 de junho, dia dos namorados, saí da empresa às 17h40, e logo pensei no trânsito da Dutra, por que estava chovendo e normalmente trava tudo...

O presente do meu marido já tinha comprado no final de semana, e como sempre, nem esperava ganhar nada, porque todo ano é assim, ou ele esquece ou não teve tempo, mas tudo bem, nem me abalo mais com datas.

Depois de quase 45 minutos quase parado, ainda caía uma garoa, olhei pro lado esquerdo, e na mureta que divide a marginal da Dutra da pista expressa, enxerguei dois olhinhos azuis apavorados, num corpinho enrolado de frio.

Não tive dúvidas, abri a porta do carro e resgatei um filhote de siamês tremendo de frio e medo. Isso mesmo, tiveram a coragem de jogar o filhote no meio fio da Dutra, onde jamais ele teria chegado sozinho e jamais poderia sair sem ajuda!

Levei uma mordida logo de cara! Logo vi que tinha alguma coisa estranha. A patinha traseira estava totalmente "mole", parecia uma fratura. E só de tocar, ele gritou. Tinha dor!

Deixei ele no banco do passageiro, mas ele me olhava desconfiado e com cara de poucos amigos. E mesmo com a pata arrastando, pulou e entrou embaixo do banco. Bom, fui enfrentando o transito, e pensando em como ia falar pro meu marido, que estava levando mais um gato que achei na rua (já tenho 2 em casa, um que foi resgatado na minha empresa, outra com 15 anos e fora 2 yorkshires).

Finalmente, depois de 1h30, cheguei em casa.  Entrei na sala e meu marido estava deitado no sofá... Fiquei parada olhando pra ele. Ele já se defendeu: “-Não comprei seu presente, mas no final de semana eu compro!”

 Não me mexi, ele perguntou se tinha acontecido algo, algum problema na empresa? bateu o carro? o que houve?

Disse a ele que tinha encontrado o gato e que ele tava embaixo do banco e que precisava tirar ele de lá! Ele ficou me olhando, mas como tinha pisado na bola com o presente dos namorados, foi rapidinho tentar tirar o bichinho de lá... E deu trabalho!!!

Quase tivemos que tirar o banco, pois além de machucado, ele estava muito bravo. Meu marido pôs uma luva grossa e conseguiu tirá-lo de lá.

Olhei no relógio, já passava das 20h30, a veterinária já tinha fechado. Tentei aquecê-lo um pouco e dei 1 gota de analgésico pra aliviar a dor.

No dia seguinte, faltei no serviço pra leva-lo na Faculdade Anhembi Morumbi. Fizeram todos os exames e a radiografia que apontou fratura no joelho. Foi operado no dia 19 de junho e se recuperou muito bem. Voltou pra casa, interagiu com as cachorras. Não morde mais ninguém e está lindo e cheiroso.

Final feliz para o FELIX!!!!

 

Miriam Espinosa

Lido 3950 vezes