Sexta, 06 February 2015 00:00

A necessidade é a mãe de todas as inovações - Sobre o uso de animais em pesquisas

Avalie este item
(3 votos)

A necessidade é a mãe de todas as inovações!

Assim já dizia Platão em 427 AC! E não sem razão! Em parte é do espírito humano a tendência à acomodação! Assim como é postulado da física que para sair da inércia é necessária a ação de uma força!

Se os homens tivessem asas, teríamos inventado o avião?

E se nossas memórias fossem infinitas, velozes e conectadas, teríamos investido no desenvolvimento de computadores?

Se tivéssemos tudo o que precisássemos, na hora que quiséssemos, quantos de nós trabalhariam?

Entrando agora na questão dos Beagles, usados para experimentos, quero dizer que, hoje, isso faz parte da acomodação humana! Enquanto cães e ratos forem baratos, e estiverem a disposição, a ciência não vai progredir na direção de substituí-los, com a velocidade necessária!

Agora, se de súbito, eles deixassem de existir, quanto tempo levaríamos para encontrar uma alternativa? Ou deixaríamos de produzir medicamentos e novos procedimentos?

Quando ouço debates sobre se isso é necessário, se existem alternativas, ou se estes testes são confiáveis, não discordo das respostas, discordo das perguntas! A meu ver a pergunta correta é se temos este direito ou não, e baseado em que teríamos este direito!

Recebi a noticia da invasão do Laboratório Royal e resgate dos 178 cães, como uma das melhores notícias dos últimos anos! Uma verdadeira luz no fim do túnel obscuro do respeito aos animais! Penso até que será um divisor de águas, que em primeiro lugar deixa claro que a sociedade não aceita estes procedimentos! Em segundo lugar, agora sim, laboratórios e pesquisadores se verão cada vez mais obrigados a eliminar testes desnecessários, e na marra, desenvolver alternativas humanitárias a estes procedimentos!

Do meu ponto de vista de observador da evolução do status moral que concedemos aos animais, não tenho a menor dúvida em colocar este evento do resgates dos Beagles como um dos mais importantes marcos da história da proteção animal no Brasil, ao lado de outros eventos, como:

O fim da Câmara de descompressão, onde os animais abandonados eram sacrificados explodindo seus cérebros de dentro para fora! (Nesta ocasião, a ativista Angela Caruso, em ato de sabotagem, discretamente jogava pedrinhas nas engrenagens do aparelho, até que finalmente conseguiu destruí-lo. Como as peças eram importadas, ele nunca chegou a ser consertado! Posteriormente ação legal com a participação da Dra Viviane Cabral aposentou-o em definitivo)

A Lei Tripoli, que proibiu a entrega de animais dos Centros de Controle de Zoonoses para ensino e pesquisa! (Esta lei após ser aprovada, foi vetada pela Prefeita. Em seguida 2 mil manifestantes abraçaram o Centro de Controle de Zoonoses e apoiaram a Câmara Municipal que derrubou o veto. As faculdades foram obrigadas a encontrar alternativas para o ensino, que depois se mostraram melhores que o método antigo)

A Lei Feliciano, que proibiu em definitivo a eutanásia de animais saudáveis recolhidos das ruas! (Nesta ocasião muitos diziam que isso seria impraticável, e o tempo mostrou que estavam errados. A Prefeitura parou de recolher, passou a castrar mais e a população de animais de rua diminuiu ao invés de aumentar, como os pessimistas pregavam)

A criação do Primeiro Hospital Veterinário Público! (Projeto Tripoli em parceria com a Anclivepa-SP) Muitos questionavam se poderíamos gastar dinheiro público com a saúde animal enquanto humanos continuavam em corredores de hospitais. Sim, depois de implantado, 90% da população aprova esta ação!

E agora a invasão do Instituto Royal e consequente resgate dos Beagles!

Que se pare imediatamente todo o uso de animais, sejam cães, coelhos ou cobaias e em alguns anos vamos presenciar uma revolução em como as pesquisas são realizadas!

Platão já dizia isso!

Lido 2697 vezes