Quarta, 14 Maio 2014 19:39

Quais medidas tomar quando o animal doméstico falecer?

Avalie este item
(0 votos)
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Ter um animal de estimação em casa é muito mais do que ter um bichinho de quatro patas que precisa de ração, passeio e uma cama para dormir. Ter um animal não é só ter um amigão que só quer carinho e que vai te alegrar com várias “lambidas de beijos” quando você chegar em casa: também envolve muitos cuidados e responsabilidades. E, infelizmente, saber que ele não será eterno, e em algum momento terá que partir. Quando esse momento chegar, qual é a melhor conduta a seguir? O que aconselha a prática da medicina veterinária?

Para a médica veterinária do Hospital Veterinário Pró Vita Rhéa Cassuli Lima dos Santos, os profissionais da área devem buscar sempre pelo bem estar dos pacientes, ajudando-os a ter uma vida longa e digna. E esses cuidados não acabam quando o animal falece. “Assim como fazemos com nossos entes queridos, queremos que tenham uma passagem digna e respeitosa. Também é importante dar uma destinação responsável e ecologicamente correta para os restos mortais, por isso procuramos ajudar os nossos clientes com seus animais falecidos indicando um serviço adequado.”, resume a veterinária.

Para Carla Galva, do Pet Céu, o que poucos sabem é que deixar o corpo do animal no lixo é um erro, tanto para o ambiente como para a população. “Um corpo em decomposição produz necrochorume, líquido rico em bactérias, salmonela e substâncias tóxicas que contaminam o solo e o lençol freático. O risco maior é quando o necrochurume atinge alguma fonte de água, o que é mais comum em sítios. Se o necrochorume contaminar o solo, pode causar diversas doenças, entre elas, tétano e hepatite”’, resume.

Portanto, oferecer um final digno ao seu melhor amigo, além de estar atento à consciência ambiental, é o melhor caminho!

Sobre o Pet Céu

O Pet Céu está localizado em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, e oferece serviços de cremação individual ou coletiva, taxidermia (empalhamento), devolução das cinzas, cerimonial de despedida, apoio psicológico aos donos, entre outros. Contato: (41) 3668-5858.

Sobre Rhéa Cassuli Lima dos Santos

Rhéa Cassuli Lima dos Santos é médica veterinária graduada pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), especialista com residência em Clínica Médica de Pequenos Animais também pela UTP, e especializanda em Endocrinologia e Metabologia de Cães e Gatos pela Associação Nacional de Clínicos de Pequenos Animais de São Paulo.

Sobre o Hospital Veterinário Pró Vita

O Hospital Veterinário Pró Vita conta com profissionais qualificados e especialistas em diversas áreas para garantir o melhor atendimento, além de uma estrutura completa para internamento dos animais. Os animais são supervisionados 24 horas por dia por profissionais preparados, que monitoram sua condição constantemente, e estão prontos para intervir com agilidade e precisão!

O HV Pró Vita conta, também, com o Centro de Imunização, novo espaço localizado no próprio hospital dedicado para as aplicações de vacinas e também para o armazenamento delas. O Centro de Imunização é uma iniciativa em parceria com o fornecedor de vacinas Merial,através do Sistema de Imunização Merial (SIM),oferecendo maior controle e garantia da qualidade das vacinas utilizadas. Inovação, tecnologia e qualidade para os pacientes.

Outro diferencial do Pró Vita é um espaço só para os felinos, com consultório especial e sala de internamento só para gatos, reduzindo, assim, o estresse dos felinos em um ambiente estranho, e diminuindo o contato com a presença de cães no mesmo ambiente.

Fonte: Paraná Shop

Lido 3430 vezes