Sexta, 06 February 2015 00:00

Kai, abandonado duas vezes no mesmo dia, será rosto de campanha contra venda online de cães

Avalie este item
(0 votos)
Kai, abandonado duas vezes no mesmo dia, será rosto de campanha contra venda online de cães Foto: Scottish SPCA

Quando a história de Kai, o cachorro que foi abandonado em uma estação de trem na Escócia com uma mala contendo seus pertences, ganhou repercussão mundial na semana passada, poucas respostas foram dadas quanto ao motivo que o levara a enfrentar aquele abandono.

Depois de uma investigação conduzida pela Scottish SPCA, foi possível descobrir através de um microchip implantado no cão informações quanto ao nome e tutor registrado e supostamente responsável por ele. O tutor, por sua vez, alegou que o cão foi vendido em 2013 e que não possuia nenhuma informação das pessoas que o compraram.

O que parecia um beco sem saída ganhou uma nova perspectiva quando, finalmente, pudemos saber o que de fato aconteceu.

O que realmente aconteceu com Kai

Fin Rayner concedeu uma entrevista para o jornal Telegraph contando que ela e sua filha resolveram comprar um cachorro no site de venda Gumtree, porém, quando as duas chegaram na estação de trem para coletá-lo, o animal não correspondia a foto postada no anúncio.

Dizendo que queria primeiro passear com o animal, o homem que até então estava com Kai, pediu um depósito de 150 libras (aproximadamente R$600) para caso ela não voltasse. Nesse momento, o homem saiu rapidamente com o carro.

Apesar de ligar exigindo que o vendedor voltasse, ele não apareceu. Enquanto isso, o filho de Fin que estava em casa conseguiu descobrir online que a foto no anúncio na verdade era de 2005. Com pressa para pegar o último trem do dia, Fin chegou a conclusão que Kai não era problema dela e resolveu então não levar o cachorro consigo. Ela avisou a um funcionário da estação de trem que esse cachorro pertencia a outra pessoa, o amarrou, e foi embora.

Recebendo uma nova chance

Após a grande atenção online e já estando na guarda da Scottish SPCA, a ONG detectou que o cão necessitaria de uma cirurgia. Graças a uma arrecadação de fundos online, Kai já fez a cirurgia e está muito bem em fase de recuperação.

Enquanto centenas de pessoas se propuseram a adotar Kai, e outras milhares deixaram o mensagens de carinho, Kai muito em breve ganhará um novo lar.

Enquanto isso, ele será o rosto da campanha no Reino Unido da PETA contra a venda online de cachorros.

Fonte: Portal do Dog

Lido 476 vezes