Sexta, 06 February 2015 00:00

Banho e Tosa: Saiba como e quando fazer isso

Avalie este item
(0 votos)
Banho e Tosa: Saiba como e quando fazer isso Foto: site peludinhos pet

Banhos

Recomendo não dar banho em filhotes, antes da vacinação completa, a não ser em casos de extrema necessidade. Filhotes que vieram da rua, que apresentem doenças no pelo ou que por qualquer motivo estejam imundos, não tem jeito, tem de dar banho; mas se não for o caso, contorne a situação com lencinhos higiênicos, gel para banho eco ou aquelas famosas misturinhas de álcool e vinagre.

Já os adultos e jovens vacinados podem tomar banho conforme a necessidade. Cães que moram dentro de casa podem tomar, no máximo, um banho por semana, mais que isso é exagero e pode fazer mal.

Cães grandes e de quintal, podem passar bem com banhos a cada 15 ou 20 dias.

Use sempre água morna e produtos neutros ou específicos para animais. Coloque um chumacinho de algodão para não entrar água na orelha e lembre-se de retirar o algodão depois, e muito cuidado para não deixar cair sabão nos olhos dele.

Os cães gostam de ser massageados e curtem um banho, até pelo carinho e atenção que recebem. Já os gatos, em geral lutam como se fugissem da forca. Muita gente desiste, dependendo do gato, de banhar o felino após a primeira experiência e os muitos arranhões. Pelo menos tentaram!

Tanto para cães quanto para gatos, o grande problema não é exatamente o banho, mas sim a hora de secar. Secar um poodle tosadinho é moleza, já secar um cocker peludo ou um gato persa é tarefa para profissional com paciência.

Deixar um bicho peludo secar ao natural, ou só usar uma toalhinha, não adianta. Favorece problemas respiratórios, articulares e dermatites. Se você for usar toalhas, use várias, tantas quantas forem necessárias até deixar o animal o mais perto possível de estar seco. Se você puder usar um secador, melhor, mas se seu bicho tem pelo longo, tem de segurar o secador com uma mão e ir escovando com uma escova adequada na outra mão. Peça a ele para ficar parado e quieto em cima da mesa, se ele não te atender, consiga um ajudante com disposição.

Alguns animais têm de ser levados ao Pet Shop para receber serviço de profissional. Fique junto da primeira vez e se certifique que a pessoa que vai lidar com ele tem jeito, experiência, gosta de cachorro e é profissional mesmo e não apenas curioso. Prefira sempre os pets que têm um veterinário responsável e presente.

Tosa

Animal peludo é originário de país frio, e o Brasil é um país tropical, ou seja, quente. Aqui não é lugar de bicho peludo, pois eles sofrem muito com o calor. Isso não é natural! Passar calor é angustiante, você sabe disso, e sempre que está quente, as pessoas vestem roupas leves.

Pois bem, um pelo longo é como uma roupa de frio. Toda vez que um cachorro está com a língua de fora, ofegante, está com calor. Portanto, recomendo tosar frequentemente todo animal de pelo longo. Poodles, cockers, persas, lhasas etc.

Fora à questão do calor, tem também a questão da higiene. Pelos curtos ou tosados juntam menos sujeira, são mais fáceis de lavar e secar e não demandam seu tempo com as escovações, que devem ser diárias nos peludos.

Tosa é procedimento que necessita de aparelhagem específica. Máquinas de cortar cabelo de gente não têm força suficiente, e também tosar não é tarefa para qualquer um. A pessoa precisa ser caprichosa, paciente e profissional. Melhor você não inventar de fazer em casa. Procure um lugar de confiança.

Lido 530 vezes
Mais nesta categoria: A volta do Sadim »